Como se aposentar aos 40 anos?

Um dos maiores desafios dos brasileiros é se aposentar com qualidade. Nosso quadro social e econômico ainda é de:

  • Muito estresse com o trabalho
  • Atividades que remuneram menos do que desejamos
  • Dificuldades de poupar
  • Um sistema de aposentadoria que remunera mal e ao fim de três décadas – para mulheres, para homens são precisos mais 5 anos.

O resultado são:

  • Pessoas desmotivadas e cansadas ao longo de anos de trabalho
  • Pessoas que aproveitam mal os recursos que pouparam, porque estão fisicamente debilitadas de alguma forma
  • Pessoas que sequer conseguem viver com a aposentadoria oficial

Assusta este cenário? Pois é a realidade de milhões de pessoas hoje, com a expectativa de ser de muitas outras nos próximos anos.

Uma das formas de mudar esta perspectiva é mudar a relação com a aposentadoria: será possível se aposentar aos 40 anos? Certamente sim!

E também não é um caminho simples, mas a boa notícia é que, com atitudes positivas e previdentes, aposentar-se aos 40 anos não é algo impensável.

Dos 20 aos 40: o melhor momento para a Educação Financeira de qualidade!

Dos 20 aos 40 muitas pessoas se impõem casar, ter filhos, um imóvel próprio, dois carros, muitas viagens e sabemos que este modelo está cada vez mais difícil em um mercado mais competitivo e agressivo tanto de emprego quanto no empreendedorismo.

É uma tendência entre os jovens de hoje ser mais interessados nas experiências do que nas conquistas materiais, e isso é muito saudável, pois podem surgir as mais variadas formas de ganhar dinheiro com prazer, vivendo uma vida de conforto sem luxos, poupar mais e chegar aos 40 mais estáveis profissionalmente e ainda com uma capacidade produtiva muito grande, para cargos mais qualificados e para o empreendedorismo.

E com uma reserva financeira que vai garantir tranquilidade, podendo investir em novos bens sem o risco de começar a poupar do zero e forçosamente para os 60 anos.

Investir a longo prazo é a chave para aposentar aos 40 anos!

Os investimentos ficam cada vez mais atraentes quanto mais deixamos o dinheiro render.

Os rendimentos viram uma saudável bola de neve, e podemos chegar aos 40 anos com 10, 15 anos de poupança suficientes para garantir uma base de sustento sólida e continuar trabalhando, só que mais motivados – o trabalho deixará de ser uma necessidade a qualquer custo.

É o momento, inclusive, de reavaliar a carreira, pensar em consultorias, abrir negócios, ou até mesmo mudar de profissão. É a hora de se vender melhor.

Todas as experiências acumuladas levaram até aqui. E com um investimento financeiro de décadas, tudo se torna mais simples.

Um dos investimentos mais sólidos, neste caso, é a Poupança. Em que pese ter uma das rentabilidades mais baixas do mercado, ela é flutuante e pode melhorar conforme o contexto. Tem a segurança do Fundo Garantidor e permite o uso com liquidez imediata, e não tem incidência de Imposto de Renda.

Por outro lado, alguns investimentos podem ser feitos em prazos muito menores, de 5 a 10 anos, e trazer ótimos rendimentos. As Letras de Crédito é um deles, com a mesma isenção de imposto e o Fundo Garantidor.

Uma opção para quem quer se arriscar mais são os investimentos em Ações e Debêntures, e também as carteiras de investimentos em vários ativos ao mesmo tempo.

 

Você pode investir seu dinheiro cada vez mais, e quanto mais investir mais ganhará no futuro. Confira aqui mais dicas de como investir seu dinheiro.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *